A VII Plenária do Comitê Nacional em Defesa dos Territórios Frente à Mineração, realizada entre os dias 28 e 29 de junho de 2017 teve como tema central o debate do modelo mineral brasileiro. As organizações discutiram Análise de Conjuntura e os retrocessos na pauta mineral.

A mesa sobre Análise de Conjuntura contou com a participação de Daniel Seidel, da CNBB; Iridiani Seibert, do MMC; Thiago Valentim da CPT e Paulino Montejo da APIB. No debate sobre os Retrocessos na pauta mineral, uma mesa  com  Maurício Guetta – Instituto Socioambiental (ISA), Tadzio Coelho (Grupo Poemas), Márcio Zonta – Movimento Pela Soberania Popular na Mineração (MAM) e Marta Freitas – Ação Sindical Mineral (ASM).

Esta mesa foi transmitida ao vivo:

VII Plenaria Nacional – Ao VivoMesa: RETROCESSOS NA PAUTA MINERALCom: Maurício Guetta – Instituto Socioambiental (ISA), Tadzio Coelho (Grupo Poemas), Márcio Zonta – Movimento Pela Soberania Popular na Mineração (MAM) e Marta Freitas – Ação Sindical Mineral (ASM).Acompanhe agora aqui pela página no Facebook#ComunicaçãoComitê:

Publicado por Em Defesa dos Territórios Frente a Mineração em Quarta-feira, 28 de junho de 2017

Como nesta plenária muitos participavam pela primeira vez, a trajetória do Comitê também foi tema da programação. Os participantes também foram divididos em grupos para debates: 1. Alternativas e minerodependência, questão fiscal e reparação; 2. Áreas livres de mineração, mineração em terras indígenas, quilombolas, povos tradicionais e cidades; 3. Saúde e segurança dos trabalhadores da mineração e 4. Luta institucional, código da mineração e legislação.

A história do Comitê foi contada pela Maiana Maia (FASE) e Luiz Jardim (PoEMAS)

Para muitos atingidos, o Comitê é um ambiente de aprendizado e de fortalecimento na luta diária contra as mineradoras nos seus territórios.

Outros Artigos

0 Comentários

Deixe o seu comentário!