Documentário contundente  produzido pelo Comitê Nacional em Defesa dos Territórios frente à Mineração em parceria com a Mídia Ninja.   

O filme, lançado em 2013 mostra o lado da perversa realidade de comunidades que têm seus direitos pisoteados por grandes mineradoras. Infelizmente – e naturalmente – também são ignorados pelo governo federal que, há anos, faz vistas grossas. Estamos falando de municípios cortados por trens que trafegam de 5 a 6 horas ininterruptas transportando minérios. Literalmente isolando cidades.

Enquanto o trem não passa questiona toda a lógica da mineração brasileira que, de forma suja e desleal, leva em conta apenas lucro e geração de commodities, deixando de lado a dignidade humana das populações locais.

O documentário tem 17 minutos e foi gravado nos três estados mais duramente impactados pela atividade: Maranhão, Pará e Minas Gerais.

 

Outros Artigos

0 Comentários

Os comentários estão fechados.